Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

13/05/2022

Como controlar o mau odor da transpiração de uma forma natural

Como controlar o mau odor da transpiração de uma forma natural

Suor e Transpiração

 

Você já se perguntou o porquê transpiramos?

Para o bom funcionamento do organismo, o corpo trabalha constantemente para que a sua temperatura seja mantida na faixa dos 36,5°C. Frente a uma situação de aumento de temperatura ambiente, exercício físico ou estresse, que são condições que elevam a temperatura corporal, o organismo reage e realiza o processo de resfriamento, acionando a transpiração.

O suor é a forma mais rápida de baixar a temperatura corporal e por isso está intimamente relacionado com o bem-estar. Ou seja, suamos para que o nosso organismo consiga se manter saudável.

O suor é um líquido incolor, produzido pelas glândulas sudoríparas, composto por aproximadamente 99% de água. O restante é uma composição de substâncias, produzidas pelo metabolismo, que pode variar em função de diferentes fatores. O suor não tem cheiro, o mau odor da transpiração resulta da utilização que a flora bacteriana local faz do suor com a consequente produção de metabólitos de odor desagradável.

O cheiro indesejável que acompanha o suor é um incomodo que acomete várias pessoas e que pode ser solucionado de diferentes maneiras. As duas principais formas utilizadas para isso é reduzir a flora bacteriana local e ou reduzir o fluxo de suor, o que é realizado através do emprego de cosméticos antitranspirante ou desodorante.

 

Antitranspirante x Desodorante

 

Antitranspirante:  Formulação cosmética capaz de reduzir a quantidade de suor. Bloqueia as glândulas sudoríparas, com o uso de sais de alumínio, por exemplo, diminuindo o suor liberado. Também podem conter ativos que inibem a formação do mau odor e fragrâncias que ajudam a mascarar o odor desagradável.  

Desodorante: Formulação cosmética que possui ativos que inibem a formação do mau odor e fragrâncias que ajudam a mascarar o odor desagradável.

Então, qual forma de controle do mau odor escolher? Qual a mais saudável?

Por ser fisiologicamente necessário o suor não deve ser bloqueado com o uso de antitranspirantes, o mais saudável é atuar sobre a causa do mau cheiro, função desempenhada pelos desodorantes. Um detalhe importante é que a busca pelo bem-estar deve ser feita com cosméticos que exerçam sua função de uma forma natural e não com o uso de ativos suspeitos.

O Desodorante Natural de Capim limão da Four Elements combate a ação de bactérias e fungos nas axilas, proporcionando proteção contra o mau cheiro, de forma natural e suave. Seu mecanismo de ação se dá pelo controle da flora bacteriana local através do poder antisséptico natural dos óleos essenciais e pela bioconversão das moléculas de mau odor por enzimas de leveduras. Ou seja, tudo ocorre de uma forma 100% natural sem ativos sintéticos suspeitos.

Além disso, possui Aloe Vera que hidrata, acalma e cicatriza a pele, mantendo-a saudável e macia. Sem contar que é vegano, tem toque seco, não obstrui os poros e vem em uma embalagem 100% reciclável e de fonte sustentável.

 

Ativos:

  • Aloe Vera: Possui ação emoliente, hidratante, cicatrizante, tonificante, anti-inflamatória, protetora e restauradora da pele.
  • Óleo essencial de Capim limão: possui ação antisséptica e desodorante.
  • Óleo essencial de Malaleuca: possui ação antisséptica e desodorante.
  • Óleo essencial de Cipreste: possui ação antisséptica e desodorante.
  • Óleo essencial de Lavanda: possui ação antisséptica e desodorante.
  • Levedura: enzimas de leveduras que são responsáveis por providenciar a bioconversão de substâncias que possuem mau odor.

 

Se você usou antitranspirante a vida inteira, deve estar se perguntando se conseguirá utilizar um desodorante natural. A verdade é que muitas pessoas passam por um período de adaptação, onde você começa a entender e respeitar o funcionamento do seu organismo. Mas se você entendeu que o suor é NORMAL e NECESSÁRIO para o bom funcionamento do organismo e quer fazer a migração para uma forma mais natural de controle do odor separamos umas dicas para te ajudar:

 

  • Sempre lave e seque bem as axilas antes de aplicar o desodorante;
  • Evite o uso de roupas de tecidos sintéticos;
  • Reaplique o desodorante, após a higienização do local, ao longo do dia;
  • Beba bastante água.

 

FONTE:  CÔRREA, Marcos Antônio. Cosmetologia Ciência e Técnica, 1 edição, 2012.